Sunday, August 12, 2012

Casa das histórias - museu Paula Rego [vamos fechar isto?]

imagem retirada de: http://www.all-art.org/art_20th_century/rego2.html


Com o timing dos manhosos, lá fica a pairar (e a ser levada) no ar do Verão, a notícia (ameaça?) do encerramento da Fundação Paula Rego e da D. Luis I. Com reacções que mais não parecem do que um esbracejar solitário de António Capucho, e o rol de argumentos possíveis de Carreiras, a coisa quase parece uma tentativa do pai assassinar pela calada o filho. É assim como uma repetição rasca do episódio onde Deus manda Abraão sacrificar o filho, mas desta vez usando um revólver com silenciador, para ver se a coisa não vai parar às páginas da inconveniente História.

Que para o governante comum, a cultura já não passasse de penacho em chapéu que raras vezes lhe assenta bem, já toda a gente o sabia. Como é a cultura considerada pela nova clique que manda, "formada" à pressa em bolonhas de conveniência? Isso ainda não o sabemos totalmente, mas os sinais tresandam por aí.
Esperemos que o caso "casa das histórias da Paula Rego em Cascais" não acabe como um exemplo para ficarmos esclarecidos quanto à ignorância dos que "mandam". Esperemos que se assuma que cada cidade digna dessa condição, TEM de ter no mínimo, uma ou duas instituições dedicadas à cultura como a Casa das Histórias ou a Fundação D.Luís I, ou ainda a Casa-Museu Verdades Faria independentemente da forma da sua gestão... sendo perfeitamente lógico - para as sociedades civilizadas -  que é POR PRINCÍPIO, do dinheiro PÚBLICO que deve vir a base de financiamento.
A pergunta que deve ser discutida é: a gestão destas instituições deve ter o modelo da Fundação? É o único modelo de gestão? É eficaz em todos os casos? 

4 comments:

Anonymous said...

LOBO VILLA
Aquela senhora da pistola e a sua autora, por mim, podem fechar;se é fundação ou não é-me totalmente indiferente ; mas POR FAVOR NÃO FECHEM O MUSEU, a INSTITUIÇÃO !
Revertam-na para o Estado e ponham lá artistas do Concelho.

Pedro Partidário said...

Seria bom que, para a maioria dos cidadãos e dos "artistas do Concelho", não se fechasse a casa da obra da autora da senhora da pistola, por razão nenhuma.
É por causa de artistas que fazem o seu trabalho a sério, e merecem respeito e consideração por causa disso - entre os quais a autora da senhora das pistolas - que existem existem as INSTITUIÇÕES como a "casa das histórias" e a não menos relevante Fundação D.Luis I. Nenhuma delas pode fechar.
Pela minha parte, os cidadãos e os artistas do Concelho podem estar gratos a quem se mexeu por entre as agruras típicas, para tornar isto possível: António Capucho, a Paula Rego e todos os demais, cujos nomes foram mais ou menos sendo mencionados, bem como os que nunca o foram.

Matos said...

Nem que os contribuintes tenham de morrer à fome ou espremidos até ao tutano, por amor de todos os santinhos não cortem o financiamento à Fundação Paula Rego e à Fundação D.Luis I.

Anonymous said...

Lobo Villa:
Começamos a perceber,pelo menos, que as Fundações,"são todas iguais,mas umas são mais iguais do que outras"(George Orwell).