Saturday, October 25, 2014

A CÂMARA ESCURA I

Continua o arrastamento nas obras do Hotel Atlântico - Apartamentos para venda.
Ocorre perguntar se não passou pela cabeça dos colaboradores camarários que isto iria durante o verão, prejudicar intensamente os cidadãos tugas e os turistas, que por cá deixam aquilo com que se compra os melões.
E se passou pelas iluminadas mentes, não deveria ter sido estabelecido um prazo para a conclusão da grand'obra.
E também na não menos famosa rotunda, cosntruida para "benefício" dos cidadãos.
A mim, morador aqui ao lado, o BENEFÍCIO da rotunda em causa é o de não os obrigar a ir até aos jardins do Casino quando os ilustres utentes queiram saír dos seus lares sobre o mar, em direcção a Cascais...
Entretanto, os cruzamentos no Cruzeiro continuam entregues à Providencia.
E os semáforos na Fausto de Figueiredo/Salesianos, idem.
Tudo a bem da....Nação.

2 comments:

Da Serra said...

E quem terá sido a mente iluminada que mandou por paralelipípedos na rotunda?
Para acontecer o que acontece na Baixa de Cascais? Ou para fazer mais ruído com os carros que passam?

Anonymous said...

Quando as chapas de alumínio e os vidros começarem a degradar-se ver-se-á que os paralelos são o menos mau deste projecto. Quem tiver dúvidas que vá ver o estado em que se encontram os edifícios do mesmo autor junto da Rotunda do Comendador Barahona em Cascais.
Com papas(muitos vidros) e bolos (muito aluminio)se enganam os tolos e se degrada a imagem urbana do concelho. Dizem que dá uma cunho internacional e cosmopolita à marginal. Não há Paciência.