Wednesday, April 23, 2008

Nova sede da AMI em Cascais


"O arquitecto Pedro Reis foi o vencedor do Concurso Público para a elaboração do projecto das instalações da futura sede da AMI em Cascais. O nome do vencedor do Concurso foi ontem anunciado durante uma sessão pública que decorreu no Auditório da sede da Ordem dos Arquitectos, presidida por Fernando Nobre, presidente da AMI. O segundo lugar foi atribuído aos arquitectos Cristina Veríssimo e Diogo Burnay, tendo o terceiro lugar sido ganho pela arquitecta Paula Santos. Neto Pereira Silva ficou classificado em quarto lugar, tendo o quinto posto sido atribuído ao arquitecto Cláudio Vilarinho. Estes resultados ainda serão alvo de homologação por parte do júri.

De acordo com a sinopse do projecto, a proposta vencedora 'pretende gerar um novo espaço público e criar uma nova centralidade para
o bairro de São Miguel das Encostas', localização da futura sede. 'Propomos um edificio aberto e permeável ao bairro', lê-se na sinopse do projecto, que concebe ainda a futura sede da AMI como 'um exemplo de modernidade nas preocupações ambientais e de sustentabilidade'.

O Concurso Público foi lançado no passado dia 2 de Outubro de 2007, tendo sido recepcionadas 58 candidaturas.

Do Júri do Concurso, presidido por Fernando Nobre, nomeado pela Fundação AMI, fizeram parte Nuno Teotónio
Pereira, convidado pela AMI, Diogo Capucho, designado pela Câmara Municipal de Cascais, Jorge Estriga, convidado pelo Conselho Directivo Nacional da Ordem dos Arquitectos, e José Barra, designado pelo Conselho Directivo Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos".


Fonte: Ordem dos Arquitectos

3 comments:

Anonymous said...

Parabéns Maria Amorim Morais pela boa notícia!
É que afinal também as há e as boas também são notícia !!!
Cotinue.

24-4-08 Lobo Villa

claudiovilarinho.com arquitectos e designers said...

Das propostas premiadas, a nossa foi a elaborada pela equipa mais jovem.

Se tiverem curiosidade, poderão observar a proposta desde a nossa web.

Parabéns aos outros premiados, ao vencedor, e sobretudo à AMI.

Anonymous said...

Parabéns! Mas uma pergunta se me permitem sou uma leiga nestes e noutros assuntos embora muito interessada, porquê um orçamento de 8 milh~oes? e onde vai a Ami buscar essa verba? e também o que o justifica é só uma sede ou integra outras funcionalidades?
Muito obrigada
Dora