Thursday, June 25, 2009

Praias "geração pitbull"


Ao fim de 4 idas à Praia da Conceição (uma vez que na da Duquesa e areia já foi...), e de assistir a múltiplas pegas entre o débil banheiro de serviço à concessionária da mesma e os variados espécimes chegadinhos não se sabe muito bem de onde, por causa ora de boladas por todo o lado, guarda-sóis colocados indevidamente (onde páram os cabos-mar?), os palavrões e as rixas por causa disto e daquilo; e por muito que goste de nadar no pacato "lago" em que a marina transformou aquelas águas, dei por encerrada a minha época balnear na praia do Prof. Marcelo.

No paga a pena.


P.S-Esta coisa só se resolveria se Cascais tomasse como bom o exemplo de mais de 30 anos de praias em Itália (da Ligúria à Sicília) onde as cadeiras-espreguiçadeiras pagas se estendem até à borda de água. Quem quer paga quem não quer vai para outro sítio, geralmente um recanto da praia. Se houver outra solução, força!




Foto

8 comments:

Anonymous said...

Concordo consigo a 100%.
A falta de educação é cada vez menor.
Mas a "praga" da bola, já vem de longe...
Contudo, como diz muito bem, onde está o cabo do mar?
Enfim, em tudo se refelcte a educação de uma geração.

Anonymous said...

Completamente de acordo.
Estive lá num destes domingos e achei execrável.
Já agora, Paulo, espero que não tenha ficado zangado com a questão que lhe coloquei acerca da localização do Burguer King na entrada norte de Cascais há umas semanas atrás.
Achei que merecia reflexão, embora não tenha sido correcto consigo.
Com os melhores cumprimentos
Um Cascalense
Sérgio Alves

Paulo Ferrero said...

Caro Sérgio Alves
Não estou minimamente zangado consigo, nem me costumo zangar por causa de posts ou comentários.
Tenho acompanhado o mono "modernista" que tomou conta da rotunda de Birre, e, se quer que lhe diga, acho que pior é o do Big Mac, lá mais para dentro do bairro. Seja como for, desde que não se revele um mal em termos de circulação automóvel, não me parece muito grave., urbanisticamente falando e dada a vizinhança edificada ... e os meninos e meninas que quiserem ser balofas como as americanas, bom, isso é com eles e com os respectivos pais, claro. Não faço tenção de ser "habitué" mas irei provar, claro.

Ruivo said...

Concordo com a falta de educação cívica, e com a ausência de "fiscalização", se esta autarquia quisesse um turismo de qualidade, deveria ter mais atenção ao bem estar e sossego de quem quer estar na praia para relaxar.
Contudo não entendo a sua comparação com Itália, tenho uma ideia de praia para todos e não só para quem "pode"...

Rui Gameiro said...

Tenho lido este blog e concordo com muitas das opiniões que dão, contudo o considerar como solução praia para "pagadores" creio que é chocante! Até porque das várias vezes que passei pela praia da conceição as espreguiçadeiras estavam às moscas.

Talvez fosse solução mais autoridade, talvez fosse solução mais integração....agora a exclusão com base nos rendimentos creio ser no minimo chocante.

No limite concordo com o utilizador pagador, e quem fosse fora do concelho de cascais teria que pagar algo para frequentar determinados espaços públicos que necessitam de manutenção, tal e qual se paga para ir ao parque da lua em sintra, ou ao castelo de s jorge de lisboa.

Anonymous said...

Tem toda a razão no que escreve neste post. Relativamente à questão, onde pára o cabo-mar, é muito fácil de responder. O cabo-mar encontra-se no respectivo restaurante dessa praia na conversa, ou então na praia da Duquesa nos restaurantes ou a conversar com "A" nadador-salvador dessa praia. Costumo ir andar todos os dias no paredão e, só vejo o cabo-mar nestas duas praias sempre na conversa. Pergunto-me se o resto das praias não têm direito à visita do cabo-mar.

Anonymous said...

Heil!

Teresa said...

100% de acordo com o artigo e a denominação pitbull para esta geração de selvagens. Mas só o são porque há permissividade. O Cabo de Mar que faça o que lhe compete e mostre respeito. É por isso que adoro a Praia do Guincho. Os autocarros não descarregam selvagens na praia pelo custo de 1 bilhete de 0,60€. É pena que as familias e os idosos não possam estar na praia sossegados. Imponham-se é por se "encolherem" que estes pitbull ganham espaço