Monday, January 15, 2007

Hotel Estoril-Sol já começou a ser demolido pelo interior

In Diário de Notícias (14/1/2007)
Carla Ventura

"Já tiveram início os trabalhos de demolição do hotel Estoril-Sol. Depois de 42 anos de existência, este empreendimento prepara-se para dar lugar a um complexo habitacional de luxo.

O processo de desmantelamento, que terá uma duração de seis meses, vai decorrer de uma forma faseada, sendo que para já as obras encontram-se a decorrer apenas no interior, pelo que são ainda pouco visíveis os sinais da demolição, apesar de os trabalhos já terem tido início há cerca de uma semana. O átrio da entrada e a zona da recepção ainda estão intactos e, além dos tapumes que circundam o edifício, não se observam quaisquer destroços
. (...)"

PF

2 comments:

Pedro Partidário said...

...tenho grandes dúvidas sobre a pertinência desta demolição! Mas admito.
Já não tenho dúvidas nenhumas sobre a necessidade de se demolir, com urgência, o Hotel de arquitectura imbecil que foi construido ao lado. Aquele em "escadinha", que deve ser um modelo de arquitectura muito "portugalês"! (Eu - ignorante, talvez - é que não conheço esse modelo).
Vou ter saudades do acerto da escala da "pala" de protecção da entrada (e da delicadeza geométrica com que estava traçado - hoje, aposto, que a maioria dos jovens arquitectos não sabe o nome daquela figura geométrica, nem sabe traçá-la, nem ainda muito menos, sabe construi-la).
Do "novo empreendimento" de Gonçalo Byrne, não discuto a arquitectura (até porque - como arquitecto - acho que seria uma belíssima aposta de contemporaneidade, se não fosse ter como vizinho um edifício... eu ainda acho que a arte, a arquitectura e a cidade é uma questão de acertos de relações entre "coisas". ...e duvido que vá dar grande relação, aquela vizinhança.

Mas (nota especial para o post do E. Fagundes) este conjunto será mais um bom exemplo de informação escolhida e gerida pelo interessados, para que os cidadãos só se apercebam realmente da "coisa" quando ela lá estiver!

Mas já que se fala em demolições... e que tal demolir e refazer aquela chaga de paisagem urbana que começa no Jumbo e acaba no Cascais Villa?! Este conjunto é uma infâme e absolutamente indigna, "porta de entrada" em Cascais, que seria nítidamente mais urgente demolir do que o edifício do Estoril-Sol!
...mas isto sou eu que gosto de dizer coisas!

E. Fagundes said...

e diz muito bem ...que realmente a entrada de Cascais é literalmente uma ...entrada dos fundos...