Wednesday, April 16, 2008

Cascaiszuela????




Já viram a "nova" revista editada pela Câmara Municipal de Cascais? (com dinheiro dos contribuintes, suponho)

É um primor de propaganda política digna de uma "republiqueta" das bananas.

Além das muitas fotos do Sr. António Capucho espalhadas por quase todas as páginas ( em inaugurações, discursos e apertos de mãos ) representando as magníficas iniciativas da CMC, somos brindados com o seguinte texto, pasmem:

"Tem esta revista municipal a finalidade de divulgar junto de todos os cascalenses
aquilo que a Câmara Municipal de Cascais realizou desde Outubro do ano
passado. É nossa obrigação informar os munícipes com objectividade
e regularidade. É o que procuraremos fazer e, a partir de agora, com a periodicidade
trimestral. Esta revista não é propriamente um balanço exaustivo da nossa
actividade no semestre em causa, mas antes uma apresentação essencialmente
gráfica, acompanhada de brevíssimas legendas, daquilo que foi realizado ou está
em curso nas diversas áreas e pelouros em que desenrola a nossa actividade.
Sem falsa modéstia, temos a forte convicção de que muito foi feito e de que ainda mais está em curso de execução.
Mas temos a humildade de reconhecer que nem sempre o que fizemos está isento de crítica e temos também a lucidez de reconhecer o muito que ainda falta fazer.
Surge este primeiro exemplar poucos dias depois de ter sido surpreendentemente confrontado com o desafio de me apresentar novamente aos eleitores a liderar o projecto político de desenvolvimento sustentado para Cascais e que beneficiou do voto largamente maioritário dos cascalenses em 2001 e 2005.
Respondi afirmativamente ao honroso convite e acrescentei nessa oportunidade:
“As funções de Presidente da Câmara de Cascais são as mais complexas
e desgastantes de todas as que exerci ao longo de 40 anos de carreira política, mas são também, de longe, as que mais me entusiasmaram e nas quais melhor me realizo.
Posso assegurar-lhes que a minha postura à frente da Câmara Municipal de Cascais, enquanto mantiver a vossa confiança, será a de sempre: dedicação exclusiva e entusiástica ao desenvolvimento sustentado do Concelho de Cascais e à promoção do bem-estar dos cascalenses.”

Usar o erário para lançar uma candidatura e fazer propaganda, se não é ilegal é no mínimo muito pouco ético... Acho eu...
Para quem não acredita, aqui vai o link ao site da Câmara:

http://www.cm-cascais.pt/NR/rdonlyres/59E8F9AA-C8EB-4B08-9B87-FE8719DAC5FE/5105/REVISTA20CMC08.pdf

10 comments:

Anonymous said...

Esse sr, enganou-me em 2001, mas em 2005 não. Permanentemente enfatizam o facto de, em 2005, voltaram a receber o voto de confiança dos munícipes?
Quantos votos contaram eles? Menos de 40% compareceram ao escrutínio, pois entre votos brancos, nulos e abstenções foram cerca de 60.1%. assim nem sequer estão moralmente legitimados para governar, mas governam-se.
Em Cascais vive-se uma ditadura financeira em que a distribuição de subsídios é a regra principal da gestão autárquica que assegura o poder.
Só enganam quem é cego e quem dorme em Cascais, trabalha em Lisboa e não se interessa minimamente pelo Município onde, supostamente devia votar.

Novos Trilhos said...

Estou totalmente de acordo. É no mínimo vergonhoso recorrer a uma revista municipal para anunciar a sua recandidatura... são estes os exemplos que afastam as pessoas da participação política.

Anonymous said...

A inveja é uma coisa terrível, principalmente quando vem, presumo, de uma facção que é derrotada em eleições!!!
Não gosto do actual presidente da Câmara Municipal de Cascais.
Mas tenho de reconhecer que fez obra.
Ou, se calhar, tinha sido melhor tornar a votar num Judas qualquer, que além de ter empenhado a autarquia, pôs-se a aprovar projectos e mais projectos, dos quais a actual edilidade ainda tem de gramar...
Além do mais, Capucho ao pé de Sócrates, é um aprendiz de feiticeiro!!!

Paulo Adrião said...

Anónimo,

não se trata de "facções", "victoriosos" ou "derrotados", não se trata de partidos políticos, não é uma luta contra ou a favor. Trata-se sim de ÉTICA e LEGALIDADE. Ponto.

Usar dinheiro do contribuinte para fazer campanha política É FALTA DE ÉTICA, de POSTURA POLÍTICA ADEQUADA, de DECÊNCIA e É uma ILEGALIDADE. Venha de QUAL partido vier.

Não estou a discutir um jogo de futebol, não é um Sporting Benfica e sim de um assunto MUITO importante: VALORES, ÉTICA e PRINCÍPIOS.

Pouco importa (nesta discussão) o que o Sr Capucho fez ou deixou de fazer, NADA de bom que possa ter feito pelo Concelho o torna um ser perfeito, imaculado, não o iliba dos seus erros nem o deixa imune a criticas.

Não é um país assim que procuro construir, um país do vale-tudo.

A ÉTICA PRECEDE TUDO, meu caro Anónimo,SEMPRE.


Abraço
Paulo Adrião

Anonymous said...

Sem prejuízo de se pder e dever estudar a legalidade deste tipo de expedientes, parace-me que não devemos nunca perder a noção da ética.
Com efeito, nem tudo vale na política.
à mulher de César não basta sê-lo...
Pena é que nunca, ou muito raramente, se tirem as conclusões deste tipo vergonhoso de acções.

Paulo Ferrero said...

Caro Paulo Adrião

Obtidas as respostas ao seu repto para avançarmos, enquanto Cidadania Cascais, com queixa à CNE por causa da revista em apreço, julgo que o melhor será ... não o fazermos.

Não porque haja que ter medo das consequências para o movimento, mas apenas porque é melhor esperarmos para ver o que se segue. TODAS as CM fazem isso. E, pior, TODOS os governos.

É pena, sim, que haja na CMC quem ache que a Madeira é exemplo seja do que for, e que, pior, a CMC se auto-promova com coisas destas. Mas, pior ainda, é pensar-se que os eleitores (e tudo não passa de propaganda eleitoral) são influenciáveis por lerem essas coisas. Falta muito caminho para isso ser eliminado. No entanto, acho que as queixas não servem de nada ... basta lembrarmo-nos do episódio (ainda mais grave) do que a ex-presidente da CMSintra fez ... a CM mudou de mãos e tudo resta igual, basta ver o caso da Pensão Bristol...

Concluo que a maior parte dos amigos de movimento que me (lhe) responderam, é o que acham.

Não fique desiludido com a minha resposta, e, por favor, se achar que deve apresentar queixa, força!

Abraço

Anonymous said...

Paulo Adrião:
Como Cascalense agradeço o seu "post" e se quer fazer queixa á CNE eu estou consigo (e contra aqueles ,como o P.Ferrero que o desmobilizam e argumentam que todos fazem o mesmo(!)...).Se a justiça funciona mal,apertemo-la até rebentar!
Vejam só as descaradas caras de Sócrates e de Capucho a rirem-se de nós!E a inaugurarem a "primeira" pedra (a terceira ou quarta ou mais) do novo hospital!
Como é possível esta hipocrisia?
O "políticamente-correcto" é opressivo e a maior mentira desta espécie de democracia.
É a anti-Ética

24-4-08 Lobo Villa

Afonso Soares said...

Estejam descansados !

Parece que dentro do PSD Cascais, ja começaram as movimentaçoes para substituir Capucho por Carreiras...

Já dizem que o Senhor nao tem idade e que o melhor é sair...

Ganhe a ala apoiada por Carreiras no país e as bases forçarão a substiutuição.

Anonymous said...

A ala do "terrorista-urbano" é a que apoia Jardim e Santana...!
Mil vezes Capucho!

António said...

Falta ajardinar a Quinta dos Gafanhotos.

- Há cerca de oito anos que os espaços destinados a jardins se encontram completamente ao abandono.
- No bairro moram algumas centenas de adultos e cerca de 200 crianças.
- Não existe qualquer espaço destinado à juventude.
- Não existem sequer bancos onde os idosos se sentem.

pena...