Monday, April 02, 2007

Resposta ao atelier GB

Ex.mo Senhor

Muito obrigado pelo esclarecimento, que registamos e iremos publicar no blogue.

Aproveitamos a oportunidade para solicitar o envio de fotos do projecto definitivo, que TODOS ignoramos.

Iremos retirar as fotos do blogue, apesar de acharmos que são do domínio público, uma vez que constam de vários fora na Net, entre eles o de http://www.skyscrapercity.com/

Na expectativa de uma resposta, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero

2 comments:

Anonymous said...

(...) afinal o 'português' chama-se Heinemann - e esta hein(emann)!

- eu cá (e até por uma questão de soberania, senão ainda acabamos votantes de um PRN ;) mantinha as imagens iniciais, porque são as que foram (ou estão)disponibilizadas aquando da divulgação pública do PP, porque foi feita a indispensável referência aos seus autores e porque foi dado direito de resposta no mesmo espaço, sugerindo-se a sua correcção pela substituição das imagens.
AB

Pedro Partidário said...

1. Considero que o Arqº Gonçalo Byrne (e toda a sua equipa) tem direito de reserva sobre o material e procedimentos de trabalho do seu atelier. Esse direito deve ser respeitado. No entanto, as imagens em causa foram publicadas (na Internet, em diversos sites e há já bastantes meses). Este blog não fez a primeira divulgação dessas imagens. Aqui, fez-se eco dessa publicação anterior, fazendo-se devida referência da sua proveniência... (Acho que não foi um PP a divulgá-las aqui ou noutro qualquer lado!)
...creio que o Arqº Rolf e o Arqº Gonçalo Byrne estão bem cientes do que é a "nova" relação com a informação e sua circulação (mais aberta, livre e claramente democrática) que a Internet propõe. Creio que ambos se reconhecem nesse progresso cultural e social comtemporâneo, o qual deve, em boa medida, à "revolução digital" e à sua expressão comunicante que é a Internet.

2. Quanto ao projecto que será efectivamente construído, a partir do momento em que o cliente que o encomendou ao Arqº Byrne, entregou o pedido de licença para a construção desse projecto na Câmara Municipal de Cascais, o processo tornou-se do "conhecimento" público. Se as imagens que circulam não correspondem ao projecto, pode o verdadeiro projecto ser consultado na Câmara Municipal de Cascais.

3. A Arquitectura é uma manifestação artística pública. Interessa ao público. As Câmaras municipais poderiam - pelo menos!!!!!!! - divulgar algo mais do que números... (de processo) e não fingir que não são "Público". E não fingir transparência "obrigando" o público a ir aos serviços, fazer requerimentos e pagar taxas para consultar os processos.

4. Os Arquitectos podem actuar como se o seu trabalho não tivesse interesse para o público? NOTA A SUBLINHADO: esta pergunta faço-a livremente e em abstracto. Nela não está implícita qualquer observação sobre o caso em concreto deste projecto para o "novo" Estoril-Sol e os arquitectos que nele actuam.