Monday, March 31, 2008

In Jornal de Notícias (31/3/2008)

«Novo parque para viaturas na Marina


Foi inaugurado este fim-de-semana, na Marina de Cascais, um novo parque de estacionamento. Este equipamento subterrâneo, designado por Parque Marina Terra, conta com 570 lugares, distribuídos por três pisos.

Além dos lugares de estacionamento, o Parque Marina Terra será complementado por uma placa vocacionada para grandes eventos, construída ao nível da rua, que vai ser, também, uma nova praça para Cascais. Esta placa estará concluída no início do mês de Junho e terá uma área de 5500 metros quadrados.

O parque de estacionamento, que foi agora disponibilizado ao público, está rodeado dos mais importantes equipamentos culturais e desportivos da vila.

Os utentes podem deslocar-se a pé desde o parque à Marina, ao centro de Cascais e a diversos pólos culturais e turísticos, tais como o Forte e Farol de Santa Marta, o Museu Castro de Guimarães, o Parque Marechal Carmona, o Hipódromo de Cascais, o futuro arquivo histórico de Cascais (Casa Sommer) e o futuro Museu Paula Rego.

Por se tratar de uma estrutura ampla, o parque permite a fácil manobra de veículos no seu interior e vai disponibilizar avenças mensais de 12 a 24 horas, e também alugueres de espaços de forma anual ou plurianual.

Em simultâneo com a abertura deste parque, a Marina procedeu ao reforço do número de vigilantes.

Em breve, o novo parque oferecerá outros serviços complementares como o "Bicas" - projecto da Câmara através do qual são disponibilizadas gratuitamente bicicletas para passeios livres dentro do concelho. Os utentes poderão deixar a viatura no parque e, a partir daí, deslocar-se em bicicleta pela vila e arredores.»

8 comments:

costa do elefante said...

Este é o mesmo parque que era para estar pronto para o campeonato do mundo de vela em 2007 ????

Não ta mal, um anito de atrso, e com promessas de uma placa nova para eventos....

Palpita-me q á semelhança da Fortaleza de Cascais ( com tanta pompa inaugurada ) vai ser mais uma placa de eventos vazia, a juntar ao Centro de Congressos do Estoril e á fantastica Marina que encerra as 2h da manha.

È o chamado Trio d´Oiro.

Como diz o outro, tem tudo para ser mais um grande elefante branco !

Anonymous said...

O bunker do Parque de estacionamento era para estar pronto ao mesmo tempo que a Marina,por isso o seu atraso já pertence á História.
Mas ainda bem que está feito,fazia falta,sobretudo ao Museu de Castro Guimarães, o único sério ali existente.A praga de museus que desabou naquela área traduz o conceito de "cultura" desta CMC,que serão 9(!) ao todo,corresponde ao "embalsamar" do Centro Histórico,á sua morte.Porque os museus portugueses são passivos,além de meio fechados por falta de pessoal.No Domingo de Páscoa tentei ir ao Farol,á Casa de Santa Maria e ao Centro Cultural,tudo fechado,por falta de pessoal.O MNAA idem!
Há milhares em Portugal,assim.
Os restantes museus previstos são a brincar,como a Casa dos bonecos da Paula Rego, para-inglês-ver,ou o Arquivo Histórico que será para arquivar o "Património Demolido" e as alterações aos PDM's...
Animação só sazonal no Hipódromo,por isso o novo estacionamento em breve estará vazio?
Quem vai aquela zona de Cascais é para "ir ao museu"?...
Qual é o Plano-Capucho para o Centro Histórico afinal? Alguém o viu? Roseta tinha um,goste-se ou não...

31-3-08 Lobo Villa

Canelas said...

Têm toda a razão. Tb falta saber o custo de cada hora. Profícuo seria obrigar o estacionamento de todos os colaboradores e viaturas oficias dos serviços públicos do centro histórico e baixa de Cascais (CMC, GNR, Biblioteca, etc) a ali estacionarem usando os Buscas. Assim disponibilizavam lugares para os que nos visitam e davam real ocupação ao novo parque. Para os restantes (todos os que trabalham) motivem a ali estacionar através de preços acessíveis e outras pequenas ideias. Se nada fizeram não duvido que será mais uma estrutura edificada em zona nobre, área pública e para as moscas….

Anonymous said...

Oh Sr. Lobo de Villa:
A Roseta tinha um Plano para Cascais ?!!!!!. Tinha mesmo? O único Plano que conheço do tempo dela é o do Pai do Vento onde foi permitido rebentar com o cabeço da Castelhana, atulhar a ribeira da Amoreira e destruir a quinta do Manuel do Hotel localizada a norte do Parque Palmela. É a Buraca ao pé do Monte-Estoril. Se não conhece aconselho-o vivamente a lá ir ver. Nem as obras de urbanização o empreiteiro concluiu.
Nessa altura ninguém abriu bico a defender a paisagem, a ribeira, os socalcos da quinta, a memória histórica do sitio, etc. etc.

Todos os presidentes que têm passado pela Câmara desde o 25 de Abril, deixaram atras de si um rasto de destruição e descaracterização do concelho que não pode ser iludido com a costumeira barragem de fumo politico-partidária. Todos, sem excepção, foram coniventes com uma linha dominante de (des)ordenamento urbanistico escondida atrás de pretensos discursos estratégicos. È por isso que pretender reabilitar a arqta. Helena Roseta me cheira a esturro. Em fim de carreira calhava-lhe bem o pelouro do urbanismo não?
Para acabar a carreira e garantir o nome numa praceta já cá temos o Dr.Capucho.

Oh Looobo!Oh Loooobo!!
Quem és tuuuu?...
Que tens unzooolhos e umazooorelhas tão estranhos?
E a boca?... tão graaande...

(E eu, ingénuo, a julgar que era para comer o Capuchinho?)


João Fragoso.

Anonymous said...

João Fragoso:
Apesar dos seus remoques infantis(Oh Loooobo quem és tuuuu?...etc),vou-lhe responder,partindo do princípio que um Blogg sempre tem algo que vale a pena e tem seriedade;apesar da galhofice privada,terá algum interesse público...espero.
Primeiro,é desconfiado,partilha dessa malfadada desconfiança nacional,que nos bloqueia o progresso.
Da Roseta(que não conheço),só disse:"ela tinha um Plano,goste-se ou não"(para o Centro de Cascais).
Deduzo que você não gostou de parte dele(para o Pai do Vento,etc).Fugiu ao tema!
Estávamos a falar,nete Blogg, do Centro Histórico,Marina,estacionamentos,"museus"(e tb do monstro de 100m de altura, que "voltou" á Marina.(!!!))
Perguntei:alguém viu o Plano-Capucho?(para o Centro Histórico de Cascais,claro).
Não tive nem vou ter resposta,porque tal Plano não existe: é o "vai-se fazendo",rotundas aqui,estátuas acoli...e SOBRETUDO,um hotel-falo de 100m na Marina,três torres soviéticas no Parque Palmela,mais um "bloco" de 100 quartos no Miramar...e etc.É este o anti-plano Capucho.
Isto é que interessa.Mas concordo consigo,quando diz "todos os presidentes de Câmara,que passaram pela CMC,depois do 25 de Abril,deixaram atrás de si um rasto de destruição e descaracterização do Concelho..."
Acrescentaria:"antes do 25 também "!Veja o escandaloso caso do Parque Palmela,que foi doado á Vila pelo Duque,para ser público(anos 40) e que logo foi "vendido" pela CMC de então, para Hotel,e que agora foi "revendido" pela actual CMC,para apartamentos privados...,quando o Hotel tinha um vinculo público, de interesse turístico-nacional,essas mais- valias agora vão direitinhas para os bolsos dos Srs Santo-Ho,que se saibam,fora os dos Srs Carreiristas-Terroristas-Urbanos,que vêm por baixo da mesa.
Fragoso:olhemos mais para as nossas semelhanças,do que para as diferenças...


1-4-08 Lobo Villa

Anonymous said...

Este blogue é á balda!
Começamos pelo novo parqueamento e acabamos a falar da Roseta que Deus tem e do Capucho,que o diabo tenha em descanso.
Não há ninguem que ponha ordem nisto?
Zé Maria,Malveira.
A propósito e o plano do Centro de Cascais,que era para "dizer não á especulação imobiliária"?
Numca vi nem ouvi falar nada disto.
Ze Maria

Anonymous said...

Amigo Lobo,

vá lá não se abespinhe: o humor também faz parte da vida. Uma das razões do nosso subdesenvolvimento reside provavelmente na incapacidade de rirmos de nós próprios.
Julgo mais grave os termos com que trata aqueles de que discorda: Carreiristas / Terroristas / Urbanos.
Mantenho integralmente o que referi em relação à sra. arquitecta Roseta e aos presidentes pós 25 de Abril.


João Fragoso

Anonymous said...

Amigo Fragoso:
Lembra-se de quem nos chamou a todos nós(a si e a mim também...)de "terroristas Urbanos"?
E lembra-se porquê?
Porque defendemos o Miramar e os seus jardins,o Montrose e outros Patrimónios que eles querem demolir,para a especulação do betão.Não estamos apenas em "desacordo",somos INIMIGOS!
O humor faz parte,subscrevo,mas quando vejo um Património a ser demolido,abespinho-me e perco a vontade de rir...Defeito meu?
Um abraço.

2-4-08 Lobo Villa